Artes

A cor e o cinema

A cor exerce um papel fundamental na maioria das áreas criativas. No cinema, ela é uma importante aliada quando tenta se transmitir uma narrativa clara e interessante aos olhos. Os profissionais responsáveis pelo uso das cores são os diretores de arte e de fotografia. O diretor de arte fica responsável pelos elementos estéticos presentes em cena, que são minuciosamente estudados, de acordo com as ideias iniciais do diretor. Assim, o profissional passa por uma longa pesquisa de construção tanto dos personagens como dos cenários. Tais construções devem sempre levar em conta pequenos detalhes, como a personalidade de determinado personagem, por exemplo, qual é o hobby dele, o que mais gosta de fazer, etc. Tudo é levado em consideração. É preciso que sua estética seja não só compatível com sua personalidade, mas também que fale “além” do que não está explícito em sua aparência. As cores e formas do figurino, por exemplo, podem dizer muito mais do que as simples informações passadas no roteiro. A cor se torna essencial para, por exemplo, tornar uma cena mais acolhedora ou misteriosa, passando os sentimentos presentes na situação. Dessa forma, também é importante que o diretor de fotografia saiba trabalhar para realçar, na prática, o que foi trabalhado ao longo da concepção de toda a obra.

Ela

Uma das principais referências quando o assunto é o uso de cores é o diretor Wes Anderson, particularmente um dos meus preferidos. Ele tem em seus filmes enormes variedades de paletas e contrastes. Anderson sempre trás fortes pesquisas imagéticas e referências aplicadas em suas obras, e os resultados são incríveis, aliando sempre a narrativa à estética empregada, o que ajuda ainda mais o espectador a se fixar na história.

Moonrise Kingdom

O Grande Hotel Budapeste

Outra produção que pode ser facilmente lembrada pelo uso das cores é O Fabuloso Destino de Amelie Poulain. O filme estrelado por Audrey Tautou tem um delicado trabalho de construção em cada uma das cenas, sempre sendo atento aos detalhes, que ao longo da produção passeiam entre sentimentos como a alegria, melancolia e romance.

O Fabuloso Destino de Amelie Poulain

Além disso, há procedimentos determinados do profissional chamado de colorista, que na maioria das vezes atua na pós-produção de um filme. Ele cuida de “reforçar” os trabalhos feitos até então por todos os diretores. Assim, desde a pele até o ajuste de uma iluminação podem ser “retocadas” nesse processo.

O Regresso

Conclusão: Vimos aqui o quanto o uso adequado e bem estudado das cores nas produções audiovisuais pode ser de grande importância tanto para o lado estético quanto para o complemento conceitual. Sempre houve, de fato, certa preocupação com a construção da imagem. Hoje, porém, com o avanço das tecnologias e os maiores estudos acerca dessas áreas, há construções muito mais ricas e elaboradas visualmente. Em todos os casos, é importante que se tenha a presença de bons profissionais com “bagagens” e referências que podem ser bem aplicadas no produto final. E para ser um deles é preciso estar sempre conectado e buscando coisas novas e inspirações.  

Clique aqui para comentar ( )